NPT S01E01 – porta sem aldrava I

Olá, gente perdida! Taí nosso primeiro episódio, Porta Sem Aldrava I, com leitura de uma pequena crônica de Rodrigo Hipólito, o provável host desse programa, e comentários de Alana de Oliveira, Fabiana Pedroni, André Martins e Chewie. A série de crônicas Porta Sem Aldrava fala sobre as nossas relações com tecnologias novas e antigas e, nessa primeira temporada, seguirá até o próximos três ou quatro episódios.

Se você chegou até aqui, não entendeu nada e quer se perder mais, segue a gente no Twitter:

@naopodtocar

@rodrigooupeter

@alanadeof

@meninotorto

@sunomoma

assine nosso Feed  | Android | RSS

por E-mail

ouça no Youtube

avalie a gente no iTunes

e mande e-mail pra dizer qualquer coisa: naopodtocar@gmail.com


Porta Sem Adrava I (postagem original)

 

Citados por Alana

Sobre visualidade háptica e cinema de fluxo:

DOS REIS FILHO, Osmar Gonçalves. Reconfigurações do olhar: o háptico na cultura visual contemporânea – DOI 10.5216/vis.v10i2.26551. Visualidades, [S.l.], v. 10, n. 2, set. 2013.

SOBCHACK, Vivian. “What my fingers knew”. In: Carnal Thoughts: Embodiment and Moving Image Culture. Berkeley: University of California Press, 2004. Rio de Janeiro: Contraponto, 2014.

VIEIRA Jr, Erly. “Por uma exploração sensorial e afetiva do real: Esboços sobre a dimensão háptica do cinema contemporâneo”. In: Revista Famecos, v. 21, n.3, set-dez 2014. Porto Alegre: PUC-RS, 2014.

____________. “Texturas sonoras de um mundo em imersão”. In: SEFARTY, Jo e FARKAS, Guilherme (org.). Sonoridade Cinema. Rio de Janeiro: Caixa Cultural/Fagulha Filmes, 2015.

Filmes:

Mal dos trópicos (2004). Direção de Apichatpong Weerasethakul. 2h50m.

Me chame pelo seu nome (2017). Direção de Luca Guadagnino. 2h12m.

Notícia:

Sessão de ’50 tons de Liberdade’ tem soco e polícia chamada em Vitória

 

Citados por Fabiana:

Sobre encarte do Raul Seixas: memórias muito confusas (não achei imagem melhor)

E com certeza eu confundi com o LP do Zé Ramalho, o Força Verde, que não se perdeu no pasto:

Sobre eu cantar mal no pasto, aquém de profissionais: Versão clássica | Versão tchapôs

Texto datilografado em papel manteiga

Nina Simone, Ain’t Got No, I Got Life, a versão certa

Versão muito errada: qualquer uma do spotify!

 

Citados por André

Connan Mockasin Session

Ferramenta Class

O que é um Raspberry Pi? [Ative as legendas PT-BR]

Mupoca #079

 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s