Libríneos

Segura a onda que já já teremos “alguma coisa” aqui… [frase dita antes em terras longínquas…]

Atualização: Segura a onda que já já teremos mais “alguma coisa” aqui ❤

 

Os libríneos são ações discretas, escondidas como joaninha em folhas de beterraba. Estão sempre presentes, entre um risco e outro viram uma costura, uma caixa, uma folha solta. O vento sacode as folhas, espalha ideias e dá voz de sussurro às palavras. Por dias o sussurro vira canto mítico, noutros, uma voz suave de pelúcia. Também pode gritar como criança e chorar como brinquedo de cachorro. Todas essas vozes já brincaram de esconde-esconde e, vira-e-mexe, aparecem por aqui.

 

01bLivro-ornamento como caixa de imagens-joias para Ariadne, por Dionísio

2014. Um livro de artista que carrega a construção de memórias por imagens e pelo corpo da letra datilografada. Uma caixa de joias para Ariadne brincar nas reconstruções de sua própria memória, do abandono e do amor.

 

Anúncios